LITERALIXO
   MAIS SEMIPLÁGIOS MUSICAIS!!!!!!!

LITERALIXO
Mais do que um blog, um subestilo de semivida: um gisretorno para não se comemorar.

» A deliciosa "All luck ran out", do ótimo Sondre Lerche remete a "Bittersweet Bundle of Misery" do Graham Coxon (que por sua vez já apareceu por estas listas plagiante-gislescas) e ainda tem ecos de "Coffee and TV", do Blur. Aliás, tem Blur demais no indefectibilíssimo disco de estréia desse garoto, ("Faces Down", lançado em 2002), especialmente na faixa "Dead Passengers". Ainda falando do Lerche, sua versão de "Let my love open the door" (cover bonitaça do Pete Townshend) tem um trecho que lembra "American Pie", do Don McLean e é muito mais bonita que a original;
» "Screw", do Cure é irmã da redondola "Genius of Love", do Tom Tom Club, e não só porque ambas tem ritmo ensolaradíssimo, mas também porque as letras coincidem;
» E por falar neles, o grupo dos ex-Talking Heads se autoplagiava mais do que o Zappa, e a prova mais clara disso é sua "Wordy Rappinghood", idêntica à supracitadíssima "Genius of love";
» Autoplágio do Billy Idol: "Eyes Without a Face" = "Don't Need a Gun", dos Charlatans. Incrível! É a primeira aparição do Idol numa gislista denunciativo-pseudosemiplagiante;
» "All Because of You", do U2 = "Blue Sky Mine", maior hit do Midnight Oil;
» Certo trecho de "Rebellion (Lies)", do Arcade Fire é puro "That's Entertainment", do Jam;
» "Mesmo que Mude", da Bidê ou Balde, é muito parecida com "So Alive", do Ryan Adams;
» "To Love Somebody", dos Bee Gees, se parece muito com a também lindíssima "Till There Was you", dos Beatles;
» "It's now or never", do Elvis Presley, se parece com a zappianíssima "Go cry on somebody else shoulder"
» "Não Viva em Vão" do horrorosentoso Charlie Brown Jr. lembra demaaaaais "Stay the Same" do Idlewild;
» "Angel of Harlem", do U2 = "Like a Rolling Stone", do Bob Dylan;
» E parece que Tom Delonge pegou a lindaça "There is", de sua ex-banda, o Blink 182 para fazer sua ótima "Everything is Magic", do Angels and Airwaves;
» "Punish me with kisses", do Glove, lembra um pouquinho "Endlessly", do John Foxx;
» "Niagara" do Wedding Present lembra muito "Andrea Doria", da Legião Urbana;
» Falando neles... "A Canção da Guerra" tem praticamente as mesmas batidas de "Loveless", do New Order. Quem leu as outras listas sabe que não foi esta a primeira vez que isso aconteceu.
» A Legião bebeu da fonte de "Fly", do Nick Drake, para fazer sua "Vinte e nove";
» "Neighborhood #3 Power Out", do Arcade Fire é idêntica a "Temptation", do New Order;
» Do Calexico, a banda que já começou acústica, sua bela "Two Silver Trees" presta tributo a um monte de coisas: tem as batidas de "Kiss them for me", do Siouxsie and the Banshees; a leveza de "Warming Sun" e os vocais sussurrados do Grandaddy e especialmente a Tom Tom Club, em sua "Wordy Rappinghood". Isso sem falar que a versão de "Love will tear us apart" que o Calexico fez ficou sem-graça, muito aquém o que se esperava.
» E o George Harrison, tinha que ter feito ao menos um autoplágio: "What is my life?" = "My Sweet Lord". Fazer o que, ele bem que podia;
» "Flying", do Secret Machines = "Numb", do U2;
» Pastels emula "Dreaming", do Blondie, na belíssima "The Viaduct", com a nada sutil diferença de que a "cópia" aqui é mil vezes superior à original, em mais uma prova de que o Blondie jamais serviu para nada e que, acaso nunca tivesse existido, não faria a diferença;
» Autoplágio Pixies: "Monkey gone to heaven" = "All over the world";
» "Sépia", faixa do disco epônimo do Lafusa, lembra em algumas partes "El Scorcho", do Weezer, o que chega a ser engraçado, já que a banda dos NERDs mais queridos da galáxia não tem tanta influência no som do Lafusa;
» E o Sufjan Stevens? Sua pulcríssima "In The Devil's Territory" é super Pastels, "Windy Hill";
» "Tudo bem", do The Pro, tem as mesmas guitarras de "You only live once", dos Strokes. Ah, tá, como se fosse a única...
» Autoplágios do Radiohead: "Lurgee" = "Creep"; "There, There" = "Blow Out";
» "Let's take a trip together", do fantástico Morphine = "If i had changed my mind", do também fantástico Tom Waits;
» "Luka", da Suzanne Vega originou-se de "Gypsy", do Fleetwood Mac";
» Autoplágio do Dinosaur Jr.: "They always come" provém diretamente da indefectível "Feel the Pain".

Escrito por Giselíssima às 15h15
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Saúde e beleza, Veganismo


HISTÓRICO



    OUTROS SITES
     Roteiros Cinematograficosérrimos
     Rock Brasília
     Sociedade Vegetariana Brasileira
     Vegetarianismo
     Frente Brasileira para Abolição da Vivissecção
     Objetivo 2015
     Ceticismo Aberto
     Diário Ateísta
     Taedium Vitae
     Bíblia do Cético
     e-farsas
     Sétimo Projetor
     Cinema Cultura
     My 1000 Movies
     SpringNightFieldCrawler
     Brazil Series
     Movimento Cinema Livre
     Des-oriente
     Mídia@Mais
     Mídia Sem Máscara
     Cinema Italiano
     Quero Ser John Malkovich
     Psicoo
     SuperS
     Toque Musical (Discos raros)
     Boca Aberta (Curiosidades)
     Site de Curiosidades
     Cataclismo cerebral
     O mestre da Lixoteratura
     As melhores e piores listas do mundo
     Magrelus
     Você Sabia?
     Roteiros de seriados
     desfavor
     Alcoopop
     Bookess


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!